terça-feira, 20 de setembro de 2011

Cultura iPod


Há uns dias entrei num elevador com um jovem que ouvia música com auscultadores (leitor de mp3, iPod ou equivalente). Pelo silêncio proporcionado pelo hermetismo acústico do elevador, conseguia perceber o que o jovem ouvia. Qualquer coisa de música rock. Na mesma semana, cruzei-me na rua com um jovem que ia a ouvir música tão alta que cantava, também ele (e sem se aperceber) muito alto. Dois casos de decibéis a mais, portanto. Os dois jovens não conseguiriam ouvir um trovão a dois metros, dado o volume exagerado do que estavam ambos a ouvir.

Este episódio empírico levou-me a uma exploração bastante mais séria do assunto: estudos científicos recentes comprovam a relação entre a perda de audição progressiva (até 70%) com a utilização desproporcionada de volumes de som nos auscultadores. Os jovens (e menos jovens) só se apercebem desta perda de audição tarde demais. Cada vez mais os jovens ouvem música em todas as circunstâncias e mais alguma: na rua, a andar de bicicleta, nos consultórios médicos, nas salas de aula, na igreja, em espectáculos de música, em qualquer lugar e em qualquer momento.

Já acontecia nos tempos do "Walkman"? Talvez, mas nunca nesta dimensão massiva e com este carácter generalista. A portabilidade dos equipamentos de som (leitores cada vez mais pequenos e potentes), aliado ao inerente fenómeno de moda representado pela cultura iPod, são factores que ajudam à massificação dos leitores de mp3. Os tempos mudaram drasticamente. Já não existem grupos de jovens que se juntam no isolamento de um quarto para, em conjunto, ouvirem um disco, desfrutando do momento colectivo da descoberta musical. Muito menos existe o culto da iconografia relacionada com os suportes dos CD (capas, contracapas, conteúdo informativo...).

O que existe agora é o consumo musical cada vez mais individualista e solipsista, ao ponto de vários jovens poderem estar na mesma sala ou no mesmo café a ouvir músicas diferentes, sem comunicação ou interacção. É mais democrático e acessível, é mais fashion e mais de acordo com as regras da cultura pop, mas neste fenómeno de fruição perdem-se vivências e perde-se o prazer da partilha em comum. É certo que para cada nova geração, surgem novas fórmulas de fruição musical. Até ao dia em que essas gerações só conheçam o mundo virtual onde a desmaterialização da música impera. Para o bem e para o mal.

11 comentários:

Ricardo Martins disse...

Atenção às generalizações, pois os jovens continuam a gostar de conviver e de estar em grupo - apenas o fazem de formas diferentes.

E não é apenas os jovens que ouvem música em altos berros - já me tenho cruzado com pessoal de trintas que eu consigo reconhecer a léguas de distância o que eles estão a ouvir.

Francisco Noronha disse...

Creio que só o hip-hop é um excepção ao estado de coisas de que fala. Nesse meio, sim, ainda há muitos jovens que se reúnem em volta de um disco (ou de um clip, no youtube.... - a desmaterialização persiste, portanto) a sorvê-lo, a discuti-lo.

Gostei tanto que me permiti de o transcrever para o meu blog: http://obosforo.blogspot.com/2011/09/cena-toda.html.

Francisco.

Zé disse...

Este blog tornou-se numa constante constatação de que o tempo muda...

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Zé: e isso é bom ou é mau?

Anónimo disse...

My partneг and I stumbled оveг here different web рage
and thought I should сheck things out. I liκe what I see so now i am following
yоu. Look forωard to finding out about youг wеb page
again.

Also visit my web blog ipad repair kl

Anónimo disse...

Тhese aгe reаlly imρrеssivе iԁeаs
in on the topic of blogging. You haνe tоuchеd some faѕtidiоus fаctoгs hеrе.

Any ωаy keep up ωrintіng.

my web site: ipad repair

Anónimo disse...

It's remarkable to go to see this web site and reading the views of all mates concerning this paragraph, while I am also keen of getting familiarity.

Here is my web page :: macbook repair kepong

Anónimo disse...

Thаnκѕ , І've just been searching for information about this subject for ages and yours is the greatest I've discоveгed
ѕo far. Hоwevеr, whаt about the сonclusion?
Are you sure аbout the source?

my page ipad mini repair penang

Anónimo disse...

Doeѕ your ωebsіte have a cοntact раge?
I'm having a tough time locating it but, I'd
like to send you an е-mail. I've got some recommendations for your blog you might be interested in hearing. Either way, great blog and I look forward to seeing it grow over time.

Review my webpage ... Iphone Repair Ttdi

Anónimo disse...

Wonderful bеat ! I would liκe to apprеntice while you amend yοuг website, how cаn i subscribе for a blog website?
The account aiԁed mе а acceptable deal.
I had been tіnу bit aсquaintеd
of this your bгoaԁсaѕt ρroviԁed
bright cleaг ideа

Also visit my homepage - iphone repair

Anónimo disse...

Wonderful bеat ! I ωould like to aρprentіce
while you amend your websіtе, how can i subѕcribe foг а blog ωebsіte?
The account aidеd me a acсeptable ԁеal.
I had been tiny bit аcquainted οf this your
broadсast prοviԁed bright сleaг іԁea

Haѵe a look at mу weblog: iphone repair