domingo, 4 de setembro de 2011

Woody e os seus filmes

Jornalista - Como olha para os seus filmes antigos? Há algum de que goste particularmente?

Woody Allen - Sim, tenho alguns filmes de que me orgulho. Sempre gostei de "A Rosa Púrpura do Cairo", "Maridos e Mulheres", "Balas Sobre a Broadway". Recentemente tenho gostado de "Match Point" e "O Sonho de Cassandra", talvez por serem temas mais negros.

Jornalista - E de quais gostou menos?

Woody Allen - O filme que gostei menos de fazer foi "A Maldição do Escorpião de Jade". Não deveria ter-me contratado a mim próprio para o papel principal. Tinha óptimos actores e acabei por desiludir.

Jornalista - "Annie Hall"?

Woody Allen - Foi um grande sucesso comercial, mas essa é já uma boa razão para não gostar dele (risos). Mas não desgosto. Diverti-me imenso a fazê-lo. Mas a maior parte dos filmes que fiz nunca mais os vi.

Jornalista - Não me diga que não gosta de "Manhattan"...

Woody Allen - Não lhe posso dizer porque nunca o vi... Não quero voltar a ele porque arrisco-me a ficar destroçado.
____
Excertos da entrevista conduzida por Paulo Portugal, in SOL.

4 comentários:

Andreia Mandim disse...

Esta última frase do Allen é qualquer coisa, decididamente depois de ler isto seria uma pessoa a quem gostaria bastante de fazer uma entrevista. Esse senhor é soberbo e tem um conjunto de máximas bem verdadeiras.

cumprimentos,
cinemaschallenge.blogspot.com

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Sim, daria um grande prazer conversar/entrevistar Woody Allen. Até porque agora ando a ler a compilação das suas entrevistas em livro - "Conversas com Woody Allen", do seu biógrafo de sempre, Eric Lax.

O Narrador Subjectivo disse...

interiors é o melhor! :D

Luis Miguel disse...

Obrigado pelos excertos da entrevista! Gostaria de ver mais entrevistas a realizadores conceituados neste blog. Obrigado.