terça-feira, 3 de setembro de 2013

Cineastas sem canudo

Recentemente, o realizador William Friedkin disse no festival de Veneza que os jovens não precisam de frequentar escolas de cinema para se tornarem realizadores. É uma verdade. 
O mesmo se aplica a outras áreas artísticas: há muitos bons músicos que nunca aprenderam formalmente música, assim como grandes escritores que nunca frequentaram cursos de literatura ou notáveis artistas plásticos que não cursaram artes. Ser-se autodidacta nas artes sempre foi um fenómeno relativamente vulgar. Claro que frequentar uma escola artística proporciona conhecimentos e bases teóricas, mas o que conta mesmo para singrar na vida artística é o empenho, o trabalho, a vontade, a experiência prática e a criatividade de cada artista descobrir o seu próprio caminho e as suas próprias ideias estéticas. 
----------
Na área do cinema, por exemplo, há um bom lote de cineastas que não têm qualquer formação académica mas que não deixaram de ter sucesso e reconhecimento artístico (cada um a seu modo) por esse facto: 

- Quentin Tarantino 
- Stanley Kubrick 
- Akira Kurosawa 
- Terry Gilliam 
- James Cameron 
- Christopher Nolan 
- John Waters 
- Julie Taymor

6 comentários:

Hugo disse...

Aqui no Brasil temos o exemplo de José Mojica Marins, o conhecido "Zé do Caixão" ou "Coffin Joe" fora do país, que sem estudo algum fez o melhores filmes de terror brasileiros com poucos recursos e numa época em que o gênero era mal visto pelos críticos.

Para quem gosta de terror, a obra de Mojica é obrigatória.

Abraço,

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Não sabia que Mojica não tinha formação em cinema, mas sabia que a sua obra no terror era fundamental.

Rui Alves de Sousa disse...

Vale a pena também não esquecer o exemplo de Chaplin! :) Escrevi sobre isto há uns dias no meu blog também e fui "alvo" de algumas opiniões que discordaram, mas enfim... estou completamente de acordo com o Vítor, obviamente!

Obrigado e um Abraço,

Rui Alves de Sousa

Anónimo disse...

Que raio?

O Kubrick andou numa escola de cinema, rapazinho...tenho a certeza absoluta disso...informa-te melhor da próxima por favor...

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Ao anónimo: é verdade que por vezes me engano na informação que publico e até são alguns leitores que me corrigem. Mas lamento desiludi-lo mas não me enganei desta vez: Kubrick acabou o ensino secundário a muito custo (tinha más notas) e nunca frequentou a universidade, quanto mais um curso superior de cinema. Dado o seu desinteresse pela escola, o pai de Kubrick ensinou-o a jogar xadrez (jogo do qual foi um grande jogador) e mais tarde deu-lhe uma máquina fotográfica. Nesta sequência, começou aos poucos a interessar-se pelo cinema de forma autodidacta.

Basta pesquisar em várias biografias que estão pela internet para comprovar: Kubrick graduated from William Taft High School in 1946 but was unable to get into college because his grades were so low. His father then hit upon the idea of giving Stanley a camera for his birthday, which led indirectly to his son’s discovering his future destiny as a film director. Stanley soon developed a passion for photography and began taking trips all over New York in order to take photographs.

Ah, e obrigado pelo "rapazinho".

Cid Brasil disse...

Woody Allen?

Grande abraço 'demasiado'!