domingo, 2 de junho de 2013

Chaplin e a multidão

Quando pensamos que hoje existem celebridades no mundo do espectáculo e do cinema, nem sempre nos lembramos que este não é um fenómeno recente. Desde o período do cinema mudo que grandes vedetas do cinema arrastavam multidões de fãs e seguidores.
Foi assim, por exemplo, com o génio de Charlie Chaplin. Depois da primeira década de trabalho ter sido de pouco reconhecimento (1910), a fama chegou em força a partir do final da mesma década e no início dos anos 1920. 
Esta fotografia é espantosa pela forma como se revela aos nossos olhos: nela vemos Chaplin "à civil" aos ombros de um homem para que toda uma incrível multidão de pessoas o possa admirar. Foi tirada em Londres em 1921, uma cena em total apoteose popular, quase parecendo que foi encenada de tão perfeita ser. 
Uma imagem como hoje não há mais (carregar na imagem para aumentar a visualização).

7 comentários:

Marcelo C,M disse...

Chaplin sempre mereceu todas as honras

Anónimo disse...

This is a topic that is near to my heart... Take care!
Where are your contact details though?

Feel free to visit my weblog fastest way To lose weight

Carlos Branco disse...

Grande imagem, espero que o meu comentário não seja a despropósito mas não deixa de ser um paradoxo que são os artistas (e nomeadamente aqueles que se destacaram pelo seu brilhante apego pelas causas da liberdade como foi Chaplin) e os ditadores que conseguem juntar tamanhas multidões, por razões diferentes é certo, lembrei-me de Hitler, que Chaplin ironizou tão bem no Grande Ditador. Boa imagem Chaplin.

Anónimo disse...

http://fotonahistoria.blogspot.com.br/2012/06/charlie-chaplin-carregado-diante-da.html

Anónimo disse...

http://citizengrave.blogspot.com.br/2012/09/o-fantasma-do-vagabundo.html

Anónimo disse...

http://citizengrave.blogspot.com.br/2012/09/o-fantasma-do-vagabundo.html

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Sim, é verdade, Carlos Branco...