terça-feira, 14 de dezembro de 2010

A arte de bem escrever para cinema


Há quatro anos, a Associação de Argumentistas Norte-americanos elegeu os 101 Melhores Argumentos de sempre para cinema. A escolha fez-se entre 1400 filmes.
Eis a lista final dos 10 melhores argumentos de sempre:
1 - "Casablanca", Argumento de J. & Philip G. Epstein e Howard Koch
2 - "O Padrinho", Argumento de Mario Puzo e Francis F. Coppola.
3 - "Chinatown", Argumento de Robert Towne
4 - "O mundo a seus pés", Argumento de Mankiewicz e Orson Welles
5 - "Eva", Argumento de Joseph L. Mankiewicz
6 - "Annie Hall", Argumento de Woody Allen e Marshall Brickman
7 - "O Crepúsculo dos Deuses", Argumento de C. Brackett e Billy Wilder
8 - "Escândalo na Televisão", Argumento de Paddy Chayefsky
9 - "Quanto mais Quente Melhor", Argumento de Billy Wilder
10 - "O Padrinho, Parte II", Argumento de Francis Coppola e Mario Puzo
_________
A lista final inclui sobretudo clássicos mas também filmes mais recentes como "Os Suspeitos do Costume" de Brian Singer, lado a lado com "Os Condenados de Shawshank", de Frank Darabont. Woody Allen aparece na lista com, nada mais nada menos, do que com quatro títulos - "Annie Hall" (1977), "Manhattan» (1979), "Crimes e Escapadelas" (1989) e "Ana e as suas Irmãs" (1986).
O segundo mais citado é Charlie Kaufman, por "Being John Malkovich" (1999), "Inadaptado" (2002) e "O Despertar da Mente" (2004).
Não deixa de ser espantoso - mas totalmente compreensível - que Francis F. Coppola esteja duas vezes representado no top 10 pela saga "O Padrinho". E que Woody Allen seja citado com quatro títulos. E repare-se que não há nenhum filme na lista dos 10 mais que seja posterior à década de 80. Quererá dizer alguma coisa?
Há uns anos, ao assistir a uma conferência proferida pelo realizador português António Pedro Vasconcelos sobre, precisamente, escrita para cinema, perguntei-lhe no final se achava mesmo que o argumento de "Casablanca" era o melhor jamais escrito. Resposta: "sem dúvida". E já agora, que tal ler o argumento original do filme de Michael Curtiz?!

6 comentários:

Rato disse...

Pode-se consultar a lista completa?

João Palhares disse...

O argumento da foto do post é genial. Como guião, diálogos, construcção narrativa, acho o Inglourious Basterds superior ao Casablanca. O working method do segundo define uma indústria, sim, mas nunca me passaria pela cabeça dizer que é o melhor guião de sempre. Sei que é comum dizê-lo, o Robert McKee também o diz, mas acho qualquer guião da equipa de guionistas do Hawks (Hecht, Nichols, Faulkner), da do Hitchcock e os do Billy Wilder, melhores..

Álvaro Martins disse...

101 Melhores Argumentos de sempre para cinema americano. Assim está correcto ;)

Cerveja com truco disse...

Parece que deixaram Albert Isaac "Buzz" Bezzerides de fora...
Era de se esperar...
Há um documentário sobre o "Buzz" que merece ser assistido.

DiogoF. disse...

Também não concordo com o Casablanca. Mas estão aí uns que, sem dúvida, são dos melhores de sempre. Chinatown, os Godfather

Dezito (André Sousa) disse...

Li uma vez até há uns tempos, a falarem que Casablanca quebra as regras de um bom argumento.