segunda-feira, 8 de outubro de 2012

As legendas!

Segundo esta notícia, a Cinemateca Portuguesa vai ser obrigada a cortar nas legendas dos filmes que exibe devido aos cortes orçamentais impostos pelo Governo. Esta notícia é sintomática e prenuncia tempos cada vez mais difíceis para a cultura.
Por um lado, porque representa o minar gradual de toda e qualquer actividade cultural. Por outro, porque significa que o desinvestimento no apoio às artes e à produção cultural é uma clara opção política e governativa de Passos Coelho (que por acaso é o "Ministro da Cultura!").
Uma instituição de inestimável serviço público nacional como a Cinemateca chegar ao ponto de não ter dinheiro para pagar legendas é grave. E é um prenúncio de que coisas piores hão-de acontecer a curto e médio prazo, até à destruição definitiva da memória cinematográfica deste país.
Mas o que se passa com a Cinemateca passa-se com muitas outras instituições, associações e grupos de índole artístico e cultural de Portugal: a asfixia económica está, aos poucos, a deitar por terra projectos de valor a todos os níveis e a reduzir a pó a ideia de cultura em todos os seus sentidos.
 

3 comentários:

Carlos L. Figueiredo disse...

A cultura é sempre a primeira a cair quando o dinheiro mingua. Quando é que as nossas sociedades compreenderão que ela é tão importante para a vivência e sobrevivência dos cidadãos como a saúde, a educação ou o desporto? Antes de começar a trabalhar, foram várias as vezes em que deixei de fazer algumas refeições para juntar dinheiro para comprar um livro, um CD ou para ir ao cinema. Serei eu um extraterrestre por colocar a cultura na minha lista de prioridades?

Peter Gunn disse...

Certamente que o Carlos, tal como eu, apenas faz parte de um grupo de seres mais "iluminados" (hehe) pois concordo com tudo o que disse!
É lamentável ver que um dos poucos paises que nunca se renderam às dobragens, sempre dando o devido valor à obra original, tenha aparentemente por estes dias todos os apoios à cultura cortados...

PortoMaravilha disse...

Ola'

Eu acho que este post esta' muito bom. Sim o ministro da cultura é Passos Coelho que é do mesmo partido que Durão Barroso. Homem que é responsavel pela politica da Uniao que leva milhoes para a miseria. Se em Portugal a cultura sempre foi vista com medo, tirar a legenda a filmes, documenta'rios é impedir aos mais desfavorecidos poder chegarem à cultura.

Nuno