segunda-feira, 18 de julho de 2011

Outra forma de olhar "The Shining"

O imaginário visual que emana do filme "The Shining" (1980) de Stanley Kubrick é quase inesgotável. Partindo desse mesmo imaginário e dos pormenores visuais que preenchem todo o filme (desde o machado ao triciclo, do padrão do tapete do hotel à porta do quarto...), designers e gráficos de todos os quadrantes criaram posters alternativos.
Alguns são da lavra de verdadeiros e importantes autores, como o poster amarelo que é da autoria do mestre Saul Bass (que fez posters e genéricos para Hitchcock).















2 comentários:

Hugo disse...

Muito interessante os cartazes, principalmente as diferenças de visão.

Abraço

Carlos L. Figueiredo disse...

O design de posters é, em si mesmo, uma arte. Curioso que Kubrick gostava também de exercer o seu controlo sobre todo o marketing dos seus filmes, desde a montagem das trailers (a fabulosa trailer de "Shining" é um bom exemplo disso) até à escolha do material de divulgação.