terça-feira, 17 de abril de 2012

"Fight Club" - A frase

Quando vi "Fight Club" (1999), de David Fincher, fiquei com a nítida ideia de que o filme era essencialmente - para além de outras coisas - uma feroz análise do individualismo numa sociedade materialista subjugada ao sistema capitalista. E esta frase proferida por Edward Norton sintetiza, na perfeição, o seu personagem e a abordagem crítica que o filme comporta. Uma frase que reflecte a vacuidade dos tempos modernos da sociedade de consumo, num tempo em que a aparência funciona como vão paradigma social.

2 comentários:

Anónimo disse...

parece uma frase que existiria em suspenso no meio ambiente do Albert Cossery.

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Adoro Albert Cossery (já escrevi sobre ele no blog). E de facto, faz sentido pensar no universo literário de Cossery com esta frase.