domingo, 18 de julho de 2010

Facebook, Fincher e Reznor


Em Outubro estreia o novo filme do realizador David Fincher, "The Social Network", sobre o fundador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg (na imagem). Há dias surgiu um novo trailer que revela algo mais do que poderá ser esta nova película do autor de "Zodiac" e "Se7en".
Se à partida a ideia de uma longa-metragem sobre uma rede social da internet poderia parecer algo fútil e sem substância dramática, a verdade é que, vendo o novo trailer e lendo algumas informações complementares, o filme de Fincher pode confirmar-se como um interessante e sugestivo filme.
Para já tem a segurança e mestria da realização e direcção de actores, já comprovadíssima, de David Fincher. Depois, o tema acaba por ter potencial para a construção dramática que um bom filme deve conter. Consta-se que o filme não é apenas sobre a história do surgimento da rede Facebook. É muito mais do que isso. É também uma metáfora sobre o papel da tecnologia e da comunicação global na era moderna, afectando assim (para o bem e para o mal) as próprias relações humanas e o entendimento do mundo actual.
Particularmente interessante é a escolha da música para este filme. O trailer é acompanhado pela versão "Creep" (dos Radiohead) pela mão do grupo coral feminino Scala & Kolacny Brothers (este grupo belga é conhecido pelas versões "a cappella" de temas pop e rock dos U2, Nirvana, Depeche Mode, Lou Reed, Muse, etc). Mais relevante, neste capítulo da música do filme, é que Trent Reznor, dos Nine Inch Nails, é o compositor da banda sonora original. Reznor já tinha colaborado nas bandas sonoras dos filmes "Lost Highway" e "Natural Born Killers", mas apenas como consultor.
Neste projecto de Fincher, Reznor tem um papel bem mais criativo na composição musical. O próprio músico avisa, no site oficial dos NIN: "Speaking of the film... it's really fucking good. And dark!".
Enquanto o filme não chega, fiquemos com as sugestivas imagens do trailer acompanhadas com a versão coral de "Creep":

3 comentários:

Alexander Sweden disse...

Talvez porque as expectativas que tinha sobre o David Fincher terem vindo a descer desde o "Zodiac" e do "The Curious Case of Benjamin Button" e do próprio argumentista (Aaron Sorkin) e romancista
(Ben Mezrich) não me trazerem grande optimismo, confesso que não estou muito curioso com este novo filme. Se a banda sonora for boa já me dou por muito contente. Talvez este desprezo esteja também relacionado com o facto do Inception estar a arrebentar nas salas de cinema não tarda nada...

F disse...

Pois eu estou curiosa e os Scala & Kolacny Brothers são EXCELENTES!

vasco disse...

epa esta versao da Creep ta demais! alguem sabe quem canta??

em relacao ao filme..parece melhor do q eu pensava, confesso. :)