sábado, 10 de julho de 2010

Spike Jonze e o amor robótico


Parece que o grande filme do festival de curtas-metragens de Vila do Conde é a mais recente obra de Spike Jonze: "I'm Here".
Uma curta-metragem (30 minutos) cuja história se centra na relação amorosa entre duas personagens semi-robôs, semi-humanos, na Los Angeles actual. As emoções e sentimentos nos robôs já não cosntituem matéria inédita na ficção científica (cinema ou literatura), mas quem já viu o filme "I'm Here", garante que o universo surreal e bizarro de Spike Jonze continua a revelar criatividade e ousadia formal:

Há mais excertos deste filme aqui.

2 comentários:

Alexander Sweden disse...

Trata-se de uma excelente e emotiva curta. A sensibilidade que o Spike Jonze traz à tona em cada um dos seus projectos são uma lufada de ar fresco.

vasco disse...

confesso que nao achei a curta nada demais. boa cinematografia e o q destaco!