quarta-feira, 21 de julho de 2010

"The Shawshank Redemption"


Sabia que o realizador Bob Reiner esteve para realizar "The Shawshank Redemption"? Para tal contava com os actores Tom Cruise e Harrison Ford nos principais papéis. E que Alfonso Freeman, filho de Morgan Freeman, participou no mesmo filme? Estas e mais dez curiosidades sobre "The Shawshank Redemption" aqui.

8 comentários:

Liliana Sampaio disse...

"Os Condenados de Shawshank" ocupa, desde há muito, um lugar na minha lista de preferências. Ainda bem que os "meninos bonitos" de Hollywood ficaram de fora. Dessa forma, o filme vale por si. E Morgan Freeman é um actor monumental.

Alexander Sweden disse...

Sem desprimor para o Tom Cruise, que considero um excelente actor, e pelo Harrison Ford, que geriu mal a carreira, penso que sem a química evidenciada pelos reais protagonistas, onde a voz divinal do Morgan Freeman funciona como banda sonora perfeita que nos embala, esta tremenda ode à amizade ficaria irremediavelmente incompleta.

Álvaro Martins disse...

Se o Harrison Ford geriu mal a carreira o que diremos de Tom Cruise eheh e se o Toninho Cruzes é um excelente actor o que será o Harrison Ford.

Alexander Sweden disse...

Cara Álvaro Martins, vou só citar-lhe uma pequena lista de realizadores com quem o Tom Cruise já trabalhou:

Francis Ford Coppola
Ridley Scott
Curtis Hanson
Tony Scott
Martin Scorsese
Oliver Stone
Ron Howard
Sydney Pollack
Brian De Palma
Stanley Kubrick
Paul Thomas Anderson
Steven Spielberg
Michael Mann

A quem devo dar mais credibilidade? Sem desprimor para si, optou por dá-la as referidos realizadores.

Reconheço que o Tom Cruise "queima-se" quando opta por fazer alguns filmes (Mission: Impossible II e III, Cocktail, etc.), mas isso não nos deve fazer esquecer das excelentes interpretações com que já nos presenteou. Valorizo também a preocupação que o referido actor tem revelado em continuar a trabalhar com cineastas muito conceituados. Apesar de não ser muito popular valorizar o trabalho do Tom Cruise pelas mais variadas razões extra-cinematográficas, não são elas que me movem.

Já o Harrison Ford, e citando apenas os últimos anos, parece-me manifesto que tem optado demasiadas vezes por fazer parte filmes de qualidade muito duvidosa (Extraordinary Measures, Crossing Over, Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull, Hollywood Homicide, K-19: The Widowmaker, What Lies Beneath,Six Days Seven Nights , Air Force One, etc.), daí considerar que não tem sabido gerir a sua carreira, uma vez que tinha talento na minha opinião para mais.

Álvaro Martins disse...

Ó Alexander, vai ver os realizadores com que o Harrison Ford trabalhou. E para já, isso não define um actor. O Toninho é dos actores mais reles que já passou por Hollywood pá. E não estou a dizer que o outro é bom (mas é melhor que o Toninho).

A partir do Eyes Wide Shut (a única verdadeira interpretação de jeito do homem) o gajo fez isto:

Valkyrie, Tropic Thunder, Lions for Lambs, Mission: Impossible III, War of the Worlds, Collateral, The Last Samurai, Austin Powers in Goldmember Minority Report, Vanilla Sky, Mission: Impossible II e Magnolia.

Destes todos vale o grande Magnolia (papel secundaríssimo) e o War of the Worlds (que se tivesse outro actor seria bem melhor). De resto...

PS: atenção que não disse que o Harrison Ford é grande actor, só disse que se o Toninho é bom, este é muito melhor eheh

Alexander Sweden disse...

Na minha opinião julgo o Sr Álvaro Martins que está a ser muito pouco rigoroso e algo tendencioso, pois quando fala num grande filme (Magnolia) diz de pronto que o Tom Cruise faz um papel secundaríssimo (não concordo que tenha feito um papel assim tão secundário), mas para falar de um filme que não correu muito bem (Austin Powers in Goldmember) já se esqueceu de referir que o mesmo actor mal entrou, fazendo aí sim um papel secundaríssimo. E depois ainda vir referir filmes como Valkyrie, Collateral ou The Last Samurai num tom depreciativo leva-me a acreditar que temos conceitos muito diferentes sobre o que é ou não bom cinema, pelo que não vale a pena continuar a argumentar. Se acha que o Tom Cruise é um mau actor está no seu pleno direito. Eu tenho uma opinião muito diferente e a vida é mesmo assim, composta por diferentes opiniões.

Álvaro Martins disse...

Exactamente Alexander, cada um tem a sua opinião.
Mas verdade há só uma...resta saber quem a conhece.

DiogoF. disse...

Adoro este filme. Bem se v^^e de onde sai Prison Break :p