sábado, 24 de julho de 2010

Woody Allen descontente com os seus filmes


Durante uma conversa com o The Times, Woody Allen revelou que não está feliz com o seu trabalho:
“Eu consegui uma oportunidade que as pessoas matariam para ter. Eu tenho liberdade artística plena. Outros realizadores não conseguem isso durante as suas vidas. Eu tenho filmes bem pobres se virmos as oportunidades que eu tive. De 40 filmes eu deveria ter 30 obras-primas, 8 nobres falhas e 2 vergonhas, mas não foi assim que funcionou. Muitos dos meus filmes são interessantes, mas nada que se compare com os filmes de cineastas que fizeram belas coisas - Kurosawa, Bergman, Fellini, Buñuel, Truffaut."
No final, o realizador mencionou os 6 filmes preferidos da sua filmografia: "Purple Rose of Cairo", "Match Point", "Bullets Over Broadway", "Zelig", "Husbands and Wives", e "Vicky Cristina Barcelona".
Agora pergunto eu: E "Annie Hall"? E "Manhattan"? E "Hannah and Her Sisters"?
E "Crimes & Misdemeanors"? E "Broadway Danny Rose"? E...
Ou é modéstia em demasia, ou Woody Allen está a ficar, humm, senil...

7 comentários:

Neuroticon disse...

Modéstia. É um dos grandes do cinema... Agora, que me perdoe mas não posso concordar com o Vicky Cristina Barcelona... (alem de faltarem todos esses exemplos que deste).

LN disse...

Desde sempre o Allen foi um tipo diletante. E tem razões, mesmo aquelas que ele não controla: é fraquinho, os filmes do homem, quando muito, chegam ao morninho.

Manuela Coelho disse...

Por alguma razão em especial esses que mencionou devem dizer-lhe algo mais que os restantes.Muito embora o Vicky também me pareça completamente fora do contexto.Vai-se lá saber porquê..

Gonçalo Trindade disse...

Curiosamente, o filme de que ele menos gosta é o Manhattan... detesta-o mesmo. O senhor Allen tem realmente... erm... um gosto curioso.

::Andre:: disse...

Modestia!!

::Andre:: disse...

Ah, eu sou daqueles que gostaram do Barcelona..

S.C disse...

Perfeccionismo de genio. Achei interessante o Melinda e Melinda.