domingo, 3 de outubro de 2010

Um filme "rápido"


"Fast Film" é uma pequena obra-prima que homenageia, de forma absolutamente singular, a memória do cinema e as suas imagens.
O seu realizador, Virgil Widrich, já tinha dado nas vistas com outra curta-metragem, o interessantíssimo "Copy Shop" (nomeado ao Óscar).
"Fast Film" é de 2003, e trata-se de uma curta-metragem concebida como filme de animação, tendo como matéria prima milhares de imagens do cinema clássico.
Essas imagens ganham vida noutra dimensão, num trabalho extremamente minucioso de Virgil Widrich. Não há uma única imagem que seja original, filmada de raiz. Todas as imagens e sequências fazem parte de filmes conhecidos.
A originalidade do realizador está na forma como, utilizando técnicas artesanais de animação (tesoura, fotocópias, colagens...) recontextualiza, remonta e trabalha essas imagens. É um incrível trabalho de apropriação estética.
"Fast Film" ganhou a enormidade de 25 prémios internacionais pelos festivais por onde passou. E percebe-se porquê:

3 comentários:

sem-se-ver disse...

este vi-o em sala :)

Nun0B. disse...

Extremamente interessante! :)

The extended phenotype und extinct gene sequence disse...

percebe-se...

apela à nostalgia de tempos mortos e enterrados

apelativo para cinquentões e sessentões que neste rito ameríndio de destruição de bens

neste caso culturais

reconquistam por breves momentos o passado e a juventude

é banal