segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Nos sonhos (musicais) de Lynch

É sabido que o cinema de David Lynch está imbuído de um profundo imaginário surrealista. Nos filmes deste cineasta, o bizarro e o imprevisível acontecem a cada momento, não descortinando explicações racionais para determinadas cenas ou sequências. Por outro lado, a utilização da música sempre foi um mecanismo expressivo fundamental na arte 'lynchiana'.
Um dos momentos mais sublimes, misteriosos e bizarros de toda a filmografia de Lynch no que se refere à música em cena, diz respeito ao momento em que o actor Dean Stockwell canta (ou faz que canta) o clássico "In Dreams", de Roy Orbinson, no filme "Blue Velvet" (1986).
Há qualquer coisa de simultaneamente sedutor e repulsivo nesta cena. A toada romântica da música contrasta com o ambiente tenso daquele quarto e a reacção de Dennis Hopper (carismático e perturbador Frank Booth) é reveladora da paranóia do seu personagem. A música tem por título "In Dreams" (não terá sido ao acaso), e em sonhos parece que flutuam os espectadores ao assistirem a este filme, em geral, e a esta sequência, em particular.
Inesquecível.

4 comentários:

Beatrix Kiddo disse...

inesquecível mesmo.uma das minhas preferidas

Anónimo disse...

.

Vasco disse...

Genial !

Loot disse...

É uma cena belíssima, uma das imagens que mais me marcou em Blue Velvet.