sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Peças de colecção

Sobre as saudosas K7 disse tudo o que tinha a dizer neste post.






4 comentários:

Questiuncas disse...

Presumo que estejam guardadas num cofre de alta segurança, vigiadas 24 horas por dia, 356 dias por ano.

Já agora, será que nesse cofre há um leitor de cassetes?
Assim podia-se transmitir através da internet o valioso conteúdo.

Ou então, se me quiseres incluir na tua preciosa herança, já sabes a quem deixar as cassetes. . .

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Eheh.
Por acaso as minhas k7 não estão assim tão bem acomodadas: estão numa prateleira na garagem. São perto de mil cassetes.
Um dia ainda comecei o processo de digitalização, mas reparei que era uma tarefa demasiado hercúlea e demorada e desisti.
Raramente coloco uma fita no deck de cassetes. Acontece o mesmo com os discos de vinil. Enfim, evolução dos tempos...

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Ah, todas as minha k7 têm capa, informação de temas, álbuns e artistas. Todos os títulos estão devidamente catalogados numa lista feita à mão. Claro que agora já não teria paciência para este minucioso processso.

Rui Gonçalves disse...

Um contributo importante para a nossa memória. E que belas recordações!