segunda-feira, 6 de julho de 2009

Cristiano e Salaviza

O crítico de cinema João Lopes, sintetizou, em meia dúzia de palavras, no blogue "Sound + Vision", o essencial que há para dizer sobre a megalómana apresentação de Cristiano Ronaldo em Madrid, tomando como ponto de comparação a Palma de Ouro ganha no mais recente Festival de Cannes por João Salaviza. Dois jovens vencedores, dois portugueses, e dois tratamentos completamente distintos por parte dos media. A desproporção informativa foi gigantesca e desequilibrada (e injusta, dir-se-ia). O futebol poderá ser uma arte, mas tenho para mim que nunca será uma arte tão grande e bela quanto a arte do cinema.

7 comentários:

LN disse...

Futebol arte?
Nem parece que li isto vindo de ti. Por outro lado, também não me impressiona assim tanto. Mas sejamos razoavéis: o futebol é só um desporto. Como qualquer um,os requisitos, o que é posto na grelha são dotes físicos. Técnica. Arte é outro mundo. É pensá-lo, em primeiro lugar. Arte verdadeira, óbvio. Porque o que não faltam para aí são instituições culturais hipócritas e gente só parola (músicos, cineastas a mando blockbuster, "artistas" visuais, "génios"... vê-se de tudo, felizmente), que pensa que, por exemplo, ser fotógrafo profissional de casamentos, baptizados (...) é ser artista. O que dá para rir.

Na Arte, questionar a natureza dela... não são assuntos para aqui.

Blimundina disse...

Plenamente de acordo!!

António disse...

eu até posso concordar convosco. é demasiado como é perfeitamente horrivel o espectaculo mediatico sobre a morte de um "artista" - Michael Jackson. É mórbido a inscrição para acompanhar "ao vivo" o funeral...com direito a musica e tudo.
Mas há uma coisa que vocês se esquecem...esta promoção do Ronaldo acaba por ser positiva para Portugal. O nome do País é divulgado em todo o Mundo. Associam Portugal ao talento futebolistico e talvez haja a audácia de promover um plano turistico para Espanha, fazendo com que haja uma ponte turistica entre Espanha e a Madeira. Era uma forma de revitalizar o turismo da Madeira que já começou a apresentar resultados em queda. A nossa TAP tem registado maus resultados e creio que um eficiente plano de comunicação iria trazer mais dinehiro para o nosso Portugal e aproveitavamos esta alavanca para promover aqueles que também fazem arte em Portugal...Joana Vasconcelos, Mariza, Julio Pomar, etc etc.
Olhem para esta situação como oportunidade de explorar a nossa dinâmica comercial.
VIVA PORTUGAL!

Raquel Roque disse...

Concordo que o futebol tem um importante papel na promoção do país, mas nós portugueses contentamo-nos com o facto de Portugal ser quase exclusivamente conhecido pelos dotes de meia dúzia de futebolistas?!! Não será necessário promover de igual forma outras áreas?

Fifeco disse...

Pois, de facto também li o pequeno escrito e sou forçado a concordar com ele. É uma enorme vergonha que se dê tanto destaque a um tipo como Ronaldo que vai representando sucessivamente o que há de mal com Portugal e se ignore o feito formidável de Salaviza.

PS. A propósito do teu post "Os filmes e os velhos" recomendo o Elegy. Apesar de Kingsley não ser um "velho" esse tema é explorado de forma muito interessante.

PedromcdPereira disse...

Tão bonito..."O futebol poderá ser uma arte, mas tenho para mim que nunca será uma arte tão grande e bela quanto a arte do cinema".

Victor Afonso disse...

Sim, é bonito e é a minha opinião sobre o assunto. Pode haver outras, claro.