quinta-feira, 22 de outubro de 2009

"The Greatest Movie Never Made"


Sabe-se que foi o grande projecto nunca realizado de Stanley Kubrick: um filme monumental e definitivo sobre a vida do imperador Napoleão Bonaparte. A pré-produção começou em 1967, o filme teria 3 horas de duração, cerca de 50 mil figurantes e um orçamento de 5,2 milhões de dólares (cerca de 69 milhões de euros actualmente). Ao longo dos anos foram sondados, para integrar o elenco do filme, os actores Peter O'Toole, Jack Nicholson, Alec Guiness, Jean-Paul Belmondo, Charlote Rampling e Audrey Hepburn. Só Nicholson filmaria com Kubrick mas no filme "The Shining" (1980).
A obsessão de Kubrick em adaptar para o grande ecrã a vida de Napoleão e da sua amada Josefina não tinha limites. Durante décadas o realizador coleccionou esboços de guião, imagens da época napoleónica, protótipos das fardas militares, 500 livros sobre Napoleão e até recolhas dos solos dos campos de batalha. Ao todo, Kubrick reuniu 88 caixas com documentação e material diverso para servir de base para o seu ambicioso projecto. Durante 40 anos, nunca se soube nada deste material que o realizador guardava tão religiosamente. Até que a Taschen resolveu editá-lo numa edição de luxo para coleccionadores, com o sugestivo título "Stanley Kubrick's Napoleon: The Greatest Movie Never Made". Esta edição contou cm a preciosa colaboração da ex-esposa do cineasta, Christiane Kubrick, e foi colocada à venda no passado dia 18 de Outubro com uma edição limitada a mil exemplares. Custa 500 euros e inclui o guião anotado pelo punho de Kubrick, manuscritos e ilustrações de trajes e adereços, mapas de filmagens, cenários, etc. Um verdadeiro tesouro para cinéfilos e coleccionadores.
Aqui pode assistir ao vídeo explicativo deste magnífico livro.