quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O que se segue


O actor e realizador Sacha Guitry disse um dia isto em relação à música de Mozart: "Quando se acaba de ouvir um trecho de Mozart, o silêncio que se lhe segue ainda é dele". Pegando neste princípio, eu depois de ver um filme de Tarkovski ou de Béla Tarr, sinto que as imagens reais que se seguem ainda são deles.
Na imagem: "O Espelho" (1975) de Andrei Tarkovski.

3 comentários:

Pedro disse...

Tens razão no que dizes. Sem dúvida que são dois realizadores perfeitos no que toca à fotografia e estética (e não só) de um filme.

Aliás o filme Zerkalo é um dos meus favoritos.

Neuroticon disse...

Tarkovski é um dos meus preferidos e um dos meus filmes top3 pertence-lhe...
Partilho da tua opinião :)

Álvaro Martins disse...

Tens toda a razão.