domingo, 2 de janeiro de 2011

Balanço 2010 - Os discos internacionais


1 - Gonjasufi - "A Sufi and a Killer"
2 - The Young Gods - "Everybody Knows"
3 - The Arcade Fire - "The Suburbs"
4 - Massive Attack - "Heligoland"
5 - Tricky - "Mixed Race"
6 - Black Mountain - "Wilderness Heart"
7 - Clutchy Hopkins - "The Story Teller"
8 - LCD Soundsystem - "This is Happening"
9 - Gogol Bordello - "Trans-Continental Hustle"
10 - Wavves - "King of the Beach"
11 - Sleigh Bells - "Treats"
12 - The National - "High Violet"
13 - Efterklang - "Magic Chairs"
14 - Laurie anderson - "Homeland"
15 - Mathew Herbert - "One One"
Reedição do ano:

8 comentários:

Guakjas disse...

Mais uma excelente lista.
O que me prendeu aqui foi a reedição do Miles Davis' Bitches Brew! Desconhecia tal facto! Talvez as minhas fontes não sejam assim tão boas...A ver se o Google me ajuda a encontrar essa reedição...

Quanto à lista, vou ser honesto: só The Arcade Fire, Massice Attack, Gogol Bordello e The National é que são meus "conhecidos". Por influência sua (tem bom gosto definitivamente) se calhar ainda vou descobrir ai uns quantos...

Cumprimentos,

Guakjas

Guakjas disse...

btw parabéns por estas maravilhosas listas que têm postado ao longo destes 2 dias de 2011...

Abraço

Guakjas disse...

Ups comentário com duas contas diferentes...Não se assuste lol

andré disse...

O álbum dos The National intitula-se High Violet e não UltraViolet :)

Neuroticon disse...

Eu acho o de Massive Attack enjoyable, mas artisticamente está muito abaixo de tudo o que fizeram até hoje... O Mixed Race do Tricky é muito, mas muito fraco. Não tem o mínimo da densidade que sempre o caracterizou como artista!

Neuroticon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Obrigado André pela rectificação.

Neuroticon: foi precisamente pelo facto de Tricky se ter afastado do seu registo habitual que eu acabei por gostar desta nova sonoridade. Mas sei que não foi um disco muito acarinhado pela crítica e até pelos fãs...

Guakjas: obrigado pelas palavras. Reafirmo que estas listas são meramente pessoais. Aliás, as minhas listas de cada ano, para o bem ou para o mal, afastam-se bastante da unanimidade da crítica.
Ver no meu blog Top 2007, Top 2008 e Top 2009.

Paulo Assim disse...

Gonjasufi, merece, boa escolha.
8)