sábado, 10 de abril de 2010

Finalmente o "biopic" de Kurt Cobain?

A notícia da realização de um filme sobre a vida de Kurt Cobain já não é de agora. Sabia-se que a viúva Courtney Love tinha uma palavra a dizer sobre o assunto. Ao que parece, segundo várias notícias entretanto veiculadas, o "biopic" do líder dos Nirvana vai mesmo acontecer. E como Courtney Love é co-produtora do filme, consta que terá sugerido que o actor Robert Pattinson interprete o papel do ex-marido e Scarlett Johansson de... Courtney Love. Recorde-se que o actor de "Crepúsculo" já deu vida a uma figura real no filme "Little Ashes", interpretando o pintor surrealista Salvador Dali.
E quem vai realizar? Love sugeriu um nome: David Fincher. Veremos no que isto vai dar...

6 comentários:

Álvaro Martins disse...

Pois, sinceramente começo a desconfiar muito de Fincher, acho que entrou numa espiral muito baseada em facilistmos, de preguiça artistica. Os seus últimos filmes são a prova disso. A acreditar no caminho decadente que Fincher tem percorrido, penso que iremos ter mais um biopiczeco tipo Milk ou Ray, mais do mesmo.
Eu depressa sugeria nomes que quanto a mim faríam melhor trabalho.

Neuroticon disse...

Eu considero o Fincher um excelente realizador, um realizador que sabe utilizar novos meios tecnologicos para contar boas historias, nao como alguns que por ai andam...

Sinceramente nunca vi o actor em nenhum filme, não conheço as suas capacidades, mas pelo que ouço parece que sao um pouco limitadas...

Scarlett Johansson parece que está igual em todos os papeis e sinceramente ja aborrece...

Courtney Love é aquilo que já todos sabemos...

Porque não se espera até surgir algo que pareça mais consistente?
Ou então deixa-se como está, apesar não ser um biopic Gus Van Sant fez um trabalho tão tão bom com Last Days!

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Atenção que o Last Days do Sant não é, em rigor, um biopic. Longe disso.

Álvaro Martins disse...

Exactamente Victor e não é assumidamente sobre o Cobain (burocracias porque é óbvio que é sobre o vocalista dos Nirvana), é "inspirado" nele.

E quanto ao Fincher, só fez dois grandes filmes acima da média (Fight Club e Se7en), o resto é bom mas não passa disso.

Francisco Maia disse...

Álvaro Martins, embora concorde com algumas coisas que disseste, acho que estás a ser redutor em relação ao Fincher.

Quanto ao biopic, filme de massas e nada mais.

Back Room disse...

Courtney Love é uma empresária de sucesso. O dinheiro que a gaja saca do nome "Kurt Cobain" todos os anos, e ela sabe tão bem como todos a postura do Kurt em vida perante o mediatismo, já deve ser umas trinta vez superior ao que ela ganhou com as Hole.

Ter um marido de sucesso vivo é bom, ter uma marido de sucesso morto prematuramente parece ser uma mina de ouro.