sábado, 7 de novembro de 2009

A filosofia segundo Homer Simpson


Tal como referi neste post, existe uma interessante coleccção de livros editados em Portugal que relacionam princípios filosóficos com determinados realizadores de cinema, como os títulos "A Filosofia Segundo Woody Allen", "A Filosofia Segundo Jerry Seinfeld", e "A Filosofia Segundo Hitchcock" (todos da editora Estrela Polar).
Agora há mais um título a acrescentar a estes já publicados, mas por enquanto só em Espanha (ao mercado nacional deverá chegar mais tarde): "A Filosofia e os Simpsons". A edição coincide com os 20 anos da famosa série televisiva de animação que agitou a cultura americana, verdadeiro barómetro do modo de vida norte-americano. O próprio autor da série, Matt Groening, tem formação em filosofia e o resultado deste livro pretende explorar diversos problemas de índole filosófica, tendo como ponto de partida a família Simpson, a partir de princípios filosóficos conotados com autores como Marx, Sartre, Aristótles, Kierkegaard, Camus, Nietzsche, ou Kant.
Esta obra, claramente de teor ensaístico, divide-se em quatro capítulos: "Personagens", "Temas Simpsonianos", "A Ética dos Simpsons" e "Os Simpsons e os Filósofos". Vinte filósofos e professores universitários americanos, coordenados pelo prestigiado professor William Irwin do Kings College, esmiuçam as conexões filosóficas entre a visão da vida fictícia dos Simpsons e a realidade da sociedade americana.
Agora aguardemos pela edição portuguesa.

2 comentários:

Dead Lindsae disse...

"A ética dos Simpsons"?
Mr. Groening sempre me fazendo rir, haha...

Rolando Almeida disse...

Esta é aliás uma particularidade espantosa dos catedráticos do mundo anglo saxonico, a de publicarem livros das mais diversas áreas , acessíveis ao público não especialista. Acaso temos autores filósofos portugueses a publicar coisas destas? Ou franceses? Ou alemães?