domingo, 29 de novembro de 2009

Melhores filmes da década?


O The Hollywood Reporter elaborou uma lista dos dez melhores filmes da última década:

1 - "Cartas de Iwo Jima" (2006) - Clint Eastwood
2 - "Voo 93" (2006) - Paul Greengrass
3 - "Este País Não é Para Velhos" (2007) - Ethan and Joel Coen
4 - "Testemunhos de Guerra" (2003) - Errol Morris
5 - "4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias" (2007) - Christian Mungiu
6 - "Longe do Paraíso" (2002) - Todd Haynes
7 - "Intervenção Divina" (2002) - Elia Suleiman
8 - "Caché - Nada a Esconder" (2005) - Michael Haneke
9 - "O Escafandro e a Borboleta" (2007) - Julian Schnabel
10 - "O Laço Branco" (2009) - Michael Haneke

Esta lista deixou-me perplexo. Por vários motivos. Sabendo-se que o The Hollywood Reporter é uma importante revista norte-americana sobre a indústria do entretenimento (a outra é a Variety), fiquei surpreendido por ver referenciados 5 filmes não americanos: um palestiniano, um francês, um romeno e dois austríacos. Surpreendido porque, apesar de "Cartas de Iwo Jima" ser um bom Eastwood, julgo que o trono ficaria melhor entregue com títulos como "Gran Torino" (2008) ou "Million Dollar Baby" (2004). Surpreendido, também, por ver um razoável filme de acção - "Voo 93" - em segundo lugar. A exclamação é legítima: "Voo 93" é o segundo melhor filme da década?!
Mais uma surpresa (positiva): a nomeação do excelente documentário "Testemunhos de Guerra" de Errol Morris, de que falei aqui. E derradeira surpresa: a inclusão de 2 (!) filmes do austríaco Michael Haneke: "Caché" de 2005 e "O Laço Branco" (este filme é o único que não vi da lista), título vencedor da Palma de Ouro do último festival de Cannes (também consta outro notável filme que ganhou a Palma de Ouro do ano anterior - "4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias" do romeno Christian Mungiu).
O filme de Julian Schnabel é magnífico, como referi neste post, mas não sei se merece integrar os 10 melhores filmes de uma década (o mesmo para o título "Longe do Paraíso" de Haynes e "Intervenção Divina" de Suleiman). Já a fita dos irmãos Coen, quanto a mim, está de pleno direito na lista.
Em suma, uma lista surpreendente e improvável, tendo em conta que provém de um órgão de comunicação tão vocacionado para a promoção da indústria cultural norte-americana como é o "The Hollywood Reporter".

8 comentários:

hg disse...

Há mesmo listas para todos os gostos. E esta do Hollywood Reporter está bem longe da minha lista. Realmente ver um filme como Voo 93 em segundo lugar, para mim, já diz muito do valor que esta lista tem.
p.s: Longe do Paraíso só conheço o do Todd Haynes. Até porque o Peter Jackson passou a década 00 entretido com a sua trilogia Senhor dos Anéis.

Victor Afonso disse...

Já refctifiquei, hg: o "Longe do Paraíso" é do Todd Haynes, sim, e não do Peter Jackson.

O Projeccionista disse...

De facto esta não é das melhores listas, apesar de ter grandes obras. E o primeiro lugar para As Cartas de Iwo Jima é justíssimo, pois Clint Eastwood conseguiu fazer um dos mais belos filmes de guerra na minha opinião. O que com um tema destes é de realçar.
Mas a inclusão de Voo 93 parece-me um bocado forçada. Se calhar a ideia deles foi terem um filme sobre o 11 de Setembro. Mesmo assim a lista não convence. Mas listas são listas e tudo depende de quem as faz.

My One Thousand Movies disse...

Eu ainda não pensei bem na minha lista, se é que vou fazer uma, mas acho que desses filmes acho que só icluiria o romeno e o dos irmãos Coen.
O novo do Haneke vou vê-lo hoje, se quiserem eu posso arranjar..

Vitor, bem podias organizar um passatempo para os teus leitores escolherem os melhores filmes da década. ;)

João disse...

A lista a mim não me diz nada tirando o filme de Eastwood e de Mungiu.

A minha seria diferente. Ainda não perdi tempo a pensar neste tipo de top. Mas há muitos, muitos...

Portomaravilha disse...

Interessante :

Para mim os meus filmes recentes foram "entre les murs" e " un prophete " ambos premiados nos festivais de Cannes recentemente.

Digo isto porque me parece haver uma tentativa de mostrar que a ficção pode ser mais "realista" que o documentário.

Mas também é possível que eu escreva muito besteira.

Mas essa da ficção ser mais realista que o documentário agrada-me.

E Viva o Porto !

João disse...

Não é, com certeza, uma grande lista. O "Letters" do Eastwood não é nada mau (pelo contrário), mas ele fez melhor durante a década. E onde andam Lynch, Moretti ou Rivette? O melhor filme do Spike Lee é desta década, também ("25th Hour"). E também não sei se o haneke merece dois filmes na lista.
E já agora, parabéns pelo blog, há já algum tempo que o acompanho...

Neuroticon disse...

Ainda nao vi todos mas dos que vi, nenhum entraria no top :|