segunda-feira, 29 de março de 2010

Bresson, Tarkovski e Welles juntos

Esta sequência é uma preciosidade histórica e um momento raríssimo. No Festival de Cannes de 1983, três génios do cinema encontram-se no mesmo palco: Orson Welles (como apresentador), o francês Robert Bresson e o russo Andrei Tarkovski. Repare-se na forma como Welles apresenta o prémio para o último filme de Bresson ("L'Argent"). Não só não o cumprimenta como nem sequer olha para ele. E a reacção do público? Uma indescritível mistura de palmas e... assobios. Depois, entra Tarkovski a receber um prémio pelo magnífico filme "Nostalgia". Orson Welles já cumprimenta o realizador russo. Teria o cineasta de "Citizen Kane" mais admiração por Tarkovski do que por Bresson?
Tarkovski dirige-se ao microfone apenas para dizer um seco "Merci Beaucoup" (fazendo lembrar o também seco "thank you" de Hitchcock quando recebeu o seu único Óscar).
Bresson e Tarkovski nutriam grande admiração mútua e, ao que consta, foi a única vez que estiveram juntos. O realizador de "Stalker" morreria apenas 3 anos depois deste evento, logo após ter terminado o filme-testamento "O Sacrifício". O cineasta francês viveria até 1999, mas nunca mais conseguiu realizar nenhum filme. No fim, ao saírem do palco, Bresson puxa pelo braço de Tarkovski, numa manifestação clara de companheirismo e respeito.

3 comentários:

Álvaro Martins disse...

Desconhecia isto :(
Obrigado por mo dares a conhecer, sem dúvida um momento único.

::Andre:: disse...

Mesmo! Obrigado!

Manuela Coelho disse...

Sem dúvida um momento histórico.
Eu diria que já o tinha visto aqui.