sábado, 26 de setembro de 2009

Cinema: o pior do pior


Este filme representado por esta imagem, que eu desconhecia por completo, foi eleito pelo site de cinema Rotten Tomatoes como o pior filme da década. Chama-se "Ballistic: Ecks vs. Sever", é de 2002, tem como estrelas Antonio Banderas e Lucy Liu e foi realizado por um realizador com um nome impronunciável: Wych Kaosayananda. Ao que consta, é um filme de acção completamente incompetente a todos os níveis. A lista dos 100 piores filmes da década está dividida em dez partes e organizada em contagem decrescente (do menos mau ao pior dos piores).
Aliás, o título da lista é sintomático: "Worst of the Worst: Counting Down the Worst Reviewed Movies of the Last Ten Years".

No meio de dezenas de filmes ineptos e de realizadores completamente medíocres, há uma surpresa (pela negativa): o nº dois da mesma lista, sentencia o realizador italiano Roberto Begnini com o filme "Pinocchio" (2002). É certo que o filme do autor de "A Vida é Bela" é, convenhamos, muito fraquinho. Mas daí até ser condenado ao segundo lugar de pior filme da década, atrás de tantos filmes intragáveis, vai um considerável passo.

5 comentários:

My One Thousand Movies disse...

Por acaso vi este filme uma vez, e concordo em absoluto que se não é o pior da década, está lá perto.
E aquela lista dos 100 piores parece-me bastante credível.

Cristiano Contreiras disse...

Filme estremamente insosso! abraço!

Maldonado disse...

Vi esse filme no cinema. Não o achei grande espingarda, mas a acompanhante delirou...
Quanto ao filme "A vida é bela" não o considero mau, pois a intenção de RB era mostrar um drama duma forma cómica, mas sem desmerecer a gravidade do Holocausto.

Gaspar Garção disse...

Desta enorme lista, só tenho, "felizmente", um filme, o Lost Souls/Possuídos, que não sendo um grande exemplo do cinema de terror/apocaliptíco, ainda assim é um esforço meritório...

Quanto ao resto, felizmente são muito poucos os que vi, mas faltam aqui o inenarrável A Múmia (a série toda), o horrendo Os Vingadores, e o imperdoável A Liga dos Cavalheiros Extraordinários...

Deus nos salve do Uwe Boll... :)

Victor Afonso disse...

É bem verdade, Gaspar ;)