sábado, 6 de junho de 2009

Os quatro cavaleiros selvagens


A história de Hollywood está recheada de escândalos e vidas de actores à margem de quaisquer normas sociais. Quatro dos mais insurrectos e boémios actores de sempre são agora alvo de um estudo biográfico (que deu em livro recentemente editado): Jack Nicholson, Marlon Brando, Warren Beatty e Dennis Hopper. Quatro enormes actores da mesma geração que nunca aceitaram regras sociais, que viveram excessos até ao limite do tolerável (álcool, drogas, sexo, traições, escândalos...). Quatro actores que também são homens com fraquezas e fragilidades, e que até nem sabem como ainda estão vivos. Dennis Hopper (na imagem) disse a este propósito: "I should have been dead ten times over. I believe in miracles. It’s an absolute miracle that I’m still around.”
O livro "Bad Boy Drive: The life and Fast Times of Marlon Brando, Warren Beatty, Jack Nicholson and Dennis Hopper", de Robert Sellers, revela como estes nomes fundamentais de Hollywood ultrapassaram todas os limites, e subverteram todas as regras instituídas. Eram uma espécie de quatro cavaleiros marginais e selvagens, apesar de toda a popularidade e do estatuto de estrelas de cinema. Só um actor não os acompanhou porque morreu demasiado jovem, qual mártir e ícone de toda uma geração: James Dean.
Está à venda na Amazon.

2 comentários:

Rui Figueiredo Vieira disse...

A fama é tramada...! O dinheiro tambem, principalmente para quem nunca teve nada. Um dos grandes males de Hollywood é o marketing, esse monstro que destroi mentes por vezes muito pouco iluminadas. Cumprimentos

Hugo disse...

Desse grupo com certeza o que foi mais fundo acabou sendo Dennis Hopper, que quase morreu em virtude das drogas.

Abraço